Notícias

Apresentação do espetáculo “Favela” na Escola Municipal Tasso da Silveira em homenagem ao dia das mães

Ana Botafogo, madrinha do projeto, confirmou presença no evento

 

A Companhia Dançando Para Não Dançar e a Petrobras apresentam na próxima sexta-feira (06 de maio), às 11h, na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo o espetáculo “Favela”, em homenagem ao dia das Mães.

 

Segundo a coordenadora do projeto, a bailarina Thereza Aguilar, a intenção da companhia é levar um pouco de carinho e solidariedade.

 

Saiba mais sobre o espetáculo Favela:

 

Com músicas de Mv Bill e do maestro Leandro Braga, Favela é a mais recente coreografia do Paulo Rodrigues montada para a companhia de dança oriunda dos morros cariocas. Um hip hop diferente, uma mistura dessa linguagem musical com concepções clássicas e contemporâneas da dança. Expressa a realidade, os sons e os movimentos das comunidades onde o projeto atua.

 

A direção geral e a artística são assinadas pela coordenadora do projeto, Thereza Aguilar e por Paulo Rodrigues, primeiro bailarino do Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

 

Informações da Companhia Dançando Para Não Dançar:

 

Dançando – O Dançando Para Não Dançar utiliza o perfil lúdico do balé clássico como instrumento de inclusão social e de cidadania. Os principais alvos são a profissionalização de jovens, o incentivo à participação cultural e o combate à exclusão social, ao proporcionar acesso à formação em uma profissão na qual dificilmente estes jovens ingressariam. Hoje atua em 13 comunidades, além da escola de dança no centro da cidade, e atende cerca de 840 crianças e jovens.

 

Companhia – Mesmo antes da oficialização, em 2007, os bailarinos já se apresentavam, há três anos, em palcos montados em praças, praias, parques, feiras populares, comunidades, estações de trem (Central do Brasil) e metrô. Além das apresentações a convite de instituições públicas e privadas, como escolas, universidades e até mesmo em presídios. Apresentaram-se também em diferentes teatros, inclusive no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Também se apresentaram no Palácio do Planalto quando o projeto recebeu o Prêmio “Objetivos do Milênio”, em 2005.

 

Parcerias – O Dançando Para Não Dançar é patrocinado pela Petrobras desde 1997 e tem como parceiros o Ministério da Cultura, por meio da Lei Rouanet, Faperj , VideoFilmes, Governo do Estado do Rio de Janeiro – Secretaria de Estado de Cultura, e Programas Ponto de Cultura , Cultura Viva , Mais Cultura e Ministério da Cultura.

 

Também tem parcerias com os apoios das Associações de Moradores das comunidades beneficiadas, da Vila Olímpica da Mangueira, dos Cieps Ayrton Senna, Salvador Allende e João Goulart, do Teatro Leblon, do Teatro das Artes, da UniverCidade, do curso de inglês Brasas, do curso de alemão Baukurs, do Instituto Master de Cultura e do Centro Calouste Gulbenkian, além de convênios mantidos com a Staatliche Ballettschule Berlin e Balé Nacional de Cuba.

 

Imprensa:

 

Serviço

Dançando Para Não Dançar apresenta Favela

Dia: 06/5/2011 (sexta)

Horário: 11h

Local: Escola Municipal Tasso da Silveira

Rua General Bernardino de Matos s/n REALENGO

Duração: 1 hora

Entrada: Grátis

Capacidade: 500 lugares

Censura: Livre

 

Enildo do Rosário (Viola)

Assessoria de Imprensa e Divulgação.

Celular: (21) 9924-3599 / 8530-1395

Nextel: (21) 7842-7972

ID: 24*30323

e-mail: violaassessordeimprensa@gmail.com

Twitter: www.twitter.com/violaassessor

Msn: enildo.rosario@gmail.com

Facebook: Enildo do Rosário

Orkut: Enildo do Rosário Viola

Deixe uma resposta