Notícias

Show Beneficente Visa à Criação de uma Escola de Balé

O Dançando para não Dançar promoverá um grande espetáculo beneficente, dia 16 de julho, no Teatro Rival, às 19h30, para a Escola Dança das comunidades. Na programação, balé, música e muito humor. Artistas, músicos e bailarinos convidados abrilhantarão o evento. Ingressos R$20,00 (inteira)

R$10,00 (meia).

 

Depois de dois anos de buscas e negociações nas esferas federal, estadual e municipal, o projeto conseguiu o imóvel localizado na Rua Frei Caneca, no centro do Rio, junto ao governo do Estado do Rio de Janeiro, para implantar a escola de dança. O contrato de cessão é de uso de 20 anos e renovável. O projeto arquitetônico de restauração está enquadrado na Lei Rouanet – Ministério da Cultura – e na Lei de ICMS do Estado do Rio de Janeiro, o que habilita o Dançando para não Dançar a buscar patrocínios e apoiadores para as despesas relativas às obras.

 

“O show beneficente e outros eventos vão nos ajudar a não deixar a obra parar até conseguirmos patrocínios institucionais. O público e classe artística vão nos apoiar para enfrentarmos mais este desafio e inaugurarmos a nossa escola de dança”, assegura Thereza Aguilar, coordenadora do projeto.

 

Segundo Thereza, com a escola o projeto vai poder atender a demanda reprimida de cerca de mil crianças das comunidades atendidas, além de estender o projeto a outras comunidades. A meta futura, ressalta a coordenadora, é que esta escola fique sob a administração dos próprios bailarinos formados pelo projeto.

 

Dançando – Criado em 1995, o projeto utiliza o perfil lúdico do balé clássico como instrumento de inclusão social e de cidadania. Os principais alvos são a profissionalização de jovens, o incentivo à participação cultural e o combate à exclusão social, ao proporcionar acesso à formação em uma profissão que dificilmente jovens carentes ingressariam. Hoje está em 13 comunidades e beneficia 480 crianças e jovens.

 

Além das aulas de dança, inclui suporte sócio-educativo, com aulas de informática e reforço escolar; assistência médica e odontológica e acompanhamento com assistente social, psicólogo e fonoaudióloga, inclusive para os familiares. Além disso, acompanha o processo de escolaridade dos alunos com aulas de reforço de formação geral e informática. Por meio de parcerias, o projeto concede também bolsas de estudos em cursos pré-vestibulares, faculdades e cursos de línguas estrangeiras.

 

O projeto encaminha alunos para especializações em renomadas companhias e escolas de dança no Brasil e no exterior. Em 2004, criou a Cia. Dançando para não Dançar, formada por bailarinos, alunos das primeiras turmas do projeto.

 

O patrocinador exclusivo do Dançando para não Dançar é a Petrobras Distribuidora, desde 1997. O projeto conta também com seguintes apoios: Faperj, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Video Filmes, Ministério da Cultura (por meio da Lei de Incentivo à Cultura), Brasas English Course, Curso Baukurs (alemão), UniverCidade, Unisuam, Curso Ramos, Curso Daltro, Teatro Leblon, Teatro das Artes, Teatro Municipal do Rio de Janeiro, Staatilicher Balletschule Berlin (escola alemã), Dance Theater of Harlem (Nova Iorque), Ballet Stagium, Centro de Movimento Deborah Colker e Grupo Corpo. Neste evento, contou ainda com o apoio do Teatro Rival.

 

Contatos:

 

Fernanda Santos

Assessoria de Imprensa

Projeto “Finais de Semana Culturais em Marechal” e Dançando para não Dançar

Fone: (21) 9103-4010

santos.fernanda@uol.com.br

ferprod@ig.com.br

 

Tânia Aguilar

Assessoria de Imprensa

Dançando Para Não Dançar

Fone: (61) 9297-9749

taniaimprensa@gmail.com

Deixe uma resposta